quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Rafael Mariposa é o novo aprendiz do Ateliê Silvio Alvarez



Conheci o estudante de comunicação visual Rafael dos Santos Camargo, de nome artístico Rafael Mariposa, durante a minha exposição no Conjunto Nacional de 2016. Com 20 anos de idade, Rafael é estudante de Comunicação Visual da ETEC José Rocha Mendes, em São Paulo, e já desenvolve projetos em desenho, pintura, escultura, arte urbana, teatro, poesia, como recreador e cosplay.



Trabalho de Rafael Mariposa em isogravura



Cosplay, Rafael Mariposa como Homem Aranha



Rafael Mariposa como Peter Pan 
Fotografia e edição: Rubens  Macedo


Como já havia tomado contato com a colagem em seus estudos, Rafael Mariposa, natural de São Paulo, passou o mês de fevereiro em Joanópolis, no Ateliê Silvio Alvarez, para aprimorar o seu conhecimento na técnica, tomando contato com o processo criativo in loco e praticando livremente. O resultado foi surpreendente.



Procurando não interferir em suas criações, permiti que o estudante desenvolvesse trabalhos mesclando a técnica da colagem com o desenho e a pintura. Creio que as imagens dos trabalhos desenvolvidos nesse primeiro momento dizem tudo, muito mais do que palavras.




Rafael Mariposa é o novo aprendiz do Ateliê Silvio Alvarez , mas já alcançou algo a mais, importante para a sua carreira de artista plástico. O jovem conseguiu logo de cara algo muito difícil na técnica de colagem: realizar algo verdadeiramente novo, original. Trabalhando colagem com desenho e pintura, 
Rafael abre uma estrada nova criativa e gigantesca no universo artístico da colagem.



Além disso, Rafael Mariposa, que pretende cursar faculdade de artes plásticas, revela-se também como um potencial arte educador, por possuir, a meu ver, o componente essencial: carrega em si o amor genuíno por tudo o que faz. Ele já realizou, ao meu lado, oficinas no Lar Joanópolis, para idosos, e na Biblioteca de São Paulo, para crianças.






O primeiro a participar do projeto Aprendiz foi Leonardo Giovane, natural de Joanópolis, hoje intercambista de Turismo da UNESP em Budapeste, Hungria. Leonardo Giovane não seguirá a carreira artística, mas também demonstrou aptidão para a produção de colagens e para desenvolver oficinas como arte educador. Como primeiro aprendiz do Ateliê Silvio Alvarez, Leonardo foi responsável por me auxiliar em boa parte da produção 2014, 2015 e 2016.



Contato Silvio Alvarez 

Nenhum comentário:

Postar um comentário